“Quando você não tem nada, não tem nada a perder”; essa é a tradução de um trecho da música “Like a rolling stone”. É também a legenda de muitas vidas, de seres humanos que deixaram de sonhar, que se tornaram anônimos na multidão. Enquanto a grande maioria está indo trabalhar, às 7h30 da manhã, eles […]

Excluindo relações tóxicas, violentas e outras que rasgam páginas e fogem ao que deveria se considerar saudável, os encontros humanos talvez possam ser comparados ao encontro entre dois cadernos com lápis nas mãos. Explico: Eu sou um caderno com um lápis na mão indo ao encontro de outro caderno com seu respectivo lápis na mão. […]

Nas noites frias e estreladas aquela alma penada urra e passa atrelada, é o coronel, dono da cidade, homem pagão, cruel e ladrão, não está vivo e nem morto. Quando vem a ventania, ele é carregado pela agonia, pois, nem a terra quer o seu corpo. Atrás do morro, no grande rochedo, o morto-vivo passeia, […]

Então o sol se pôs, e tudo está ao seu favor;O clima, o vinho, o macarrão , o chocolate e o bom papoA música e as ondas na televisão são apenas tempero para o que é bomAs histórias contadas, as gargalhadas altas, com moderado tempero, contam o que representa o momento Não é noite de […]

Quando menina gostava de dar aulas para os amiguinhos. Tinha uma lousinha e giz; botava os amigos sentados com uma folha pra copiar algo que eu escrevia pra eles. Era a minha brincadeira preferida: ensinar. Optei por magistério, quando tive que escolher o colegial, ou fundamental II de hoje. No entanto, ao final, não queria […]

Pergunta o curioso: quem és tu?Responde aquela que foi inquerida:Sou uma MULHER SEMIÓTICA!A que vens?A ter a percepção do mundo atual,O que há para comunicar,O que devemos deliberar,Pontos de vista a conversar.É fácil assim ser mulher semiótica?Antes fosse!Vivemos no mundo da “presentação”,Esse “tipo” requer atenção,Sem julgar, ofereço minha empatiaAo outro por detrás da simpatia,Pode enganar-te […]