Vamos começar a publicar uma série de textos sobre os impactos dos apps na nossa vida diária.

Os autores são de gerações diferentes, o que enriquece muito essa roda de conversas e reflexões. Para essa jornada de textos, convidei alguns adolescentes e adultos bem jovens que vão debutar com seus textos e reflexões aqui no Belas Urbanas.

Será que todas as gerações são hoje impactadas da mesma forma? Qual é a dificuldade de quem nasceu em um mundo analógico se adaptar para esse mundo tão digital? Será que existe? Será que depende da idade que tínhamos quando começou essa transição? E para as gerações mais novas que não conheceram o mundo sem a internet e esses Apps, será que existem questionamentos do que faz bem ou mal? Como se comportam? Existe um mundo mais virtual ou real? Existe um App dos sonhos?

Enfim, a ideia é refletirmos através de várias visões sobre nosso comportamento na sociedade e como nossas atitudes na vida, seja virtual ou real, podem de fato serem construtivas ou destrutivas.

Se todos queremos harmonia, paz, amor e prosperidade; o caminho é olharmos para os temas que nos levam para perto ou longe desses desejos.

Participe, seja comentando, seja compartilhando, e se quiser nos contar a sua visão, entre em contato pelo e-mail: comercial@belasurbanas.com.br.

Agora, vamos aos textos, nas telas.

Adriana Chebabi  – Bela Urbana, idealizadora do blog Belas Urbanas onde faz curadoria dos textos e também escreve. Publicitária. Curiosa por natureza.  Divide seu tempo entre seu trabalho de comunicação e mkt e as diversas funções que toda mulher contemporânea tem que conciliar, especialmente quando tem filhos. É do signo de Leão, ascendente em Virgem e no horóscopo chinês Macaco. Isso explica muita coisa. 

Foto Adriana: @gilguzzo_photography


Comentários

comments