shutterstock_171846605 (2) - cartas

Blefei

Eu sei que blefei quando disse que me enganei
Parecia até que eu já sabia como tudo se daria
Se repetiria? Sim, vocês parecem cópias “made in china”
Aqui ou lá na Síria, crianças morrem e
a gente corre pra não perder a cena na TV.

Por que?

Falta amor ao próximo, falta amor próprio
Sobra exibicionismo, transborda egoísmo
Não vamos confundir, mas vale insistir?
Passo a vez!

Agora eu peço seis cartas e te questiono:
Cabem sentimentos? Cabem palavras de conforto?
Insinuo e insisto, aposto e peço jogo:
Somos um leque de 7 bilhões de cartas marcadas, peço perdão
faço cara de valete, finjo não ver essas aberrações expostas entre nossas mãos

Embaralho pensamentos, espalho esmolas como um bom cristão
Você joga as damas na cama, depois julga o “desempenho” na mesa do bar,
rindo com seus amigos acéfalos sem nem cogitar qualquer razão para não estereotipar
Sem perceber que a piada é você que não sabe brincar, entedia a todos sem precisar falar.

Quando abre a boca eu fecho os olhos me dá dor de cabeça, vou parar de jogar
Eu sei que disse que conseguia te acompanhar, repito, me enganei, eu só queria rir
Talvez fugir um pouco de mim, me sentir melhor olhando para sua cara de dó, mas não dá
Faz assim, vamos trapacear, fica com o meu quarteto de reis e se alguém perguntar diz que eu blefei.

IMG-20150123-WA0000 - Lucas

Lucas Alberti Amaral – nascido em 08/11/87, vem há 27 anos distribuindo muito mau humor e tentando matar a fome. Formado em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda pela METROCAMP, trabalha na área há 6 anos, tem uma página onde espalha pensamentos materializados em textos curtos e tentativas de poesias www.facebook.com/quaseinedito (curte lá!). Concilia a dura missão de morar em Campinas – SP (cidade onde nasceu) e trabalhar em Barueri-SP, não acredita em horóscopo, mas é de Escorpião, lua em Gêmeos com ascendente em Peixes e Netuno na casa 10. Por fim odeia falar de si mesmo na terceira pessoa.

Comentários

comments