Contos

Deitou-se na cama. O sol teimava entrar no quarto se esgueirando pela janela e cortinas fechadas. Mesmo assim encontrava uma brecha e iluminava levemente o ambiente. Com os olhos fixados nos seus pensamentos, olhava o ventilador de teto que fazia girar a sua história. Tocou em seus dedos e a marca do anel estava mais […]

Bateu a desconfiança. Pensava: – Esse homem, quem é? – Será que é mais um daqueles papos de restaurante? – Quantas e inúmeras vezes ele já deve ter tido essa atitude? Eu era mais uma dessas passarinhas… uma canarinha, não! Uma fênix, já sai da gaiola. Sou dona de mim. Pensando bem, vou viver o […]

Compromisso? Que compromissos ela teria além de consigo própria. Colocou o telefone no gancho. Foi ao espelho e seu olhou profundamente. Cada marca de expressão em seu rosto. Ensaiou pequenos sorrisos. Viu-se menina, criança feliz das fotos emolduradas da casa de seus pais. Onde havia se perdido? Buscou sua história na mente e veio seu […]

Olhou novamente o seu dedo, a marca do anel ainda forte e parecendo permanente, como a marca que havia em seu coração, mesmo distante, todas as lembranças ainda eram muito vivas em sua mente. Entrou no restaurante, ofegante e contente, pensando que poderia realmente fazer diferente, brilhar diferente, sentir diferente tudo que se pode ter. […]

O escuro da estrada lhe trazia medo, os faróis contrários, a realidade. A vida foi passando como num filme, suspirava se enchendo de AR e de coragem. Vieram lágrimas, palavras desconexas foram ditas em voz alta… assim como músicas cantadas aos berros. Horas de estrada lhe trouxeram o cansaço e a realidade lhe bateu forte. […]

Naquele dia ela tirou o anel. Olhou no espelho, respirou fundo e puxou o anel com força do dedo. Não precisou de água nem sabão, saiu de uma vez só em uma puxada forte, mas deixou uma marca ali… uma hora essa marca sai, pensou. Se fez bonita, bem bonita, como há muito não ousava. […]

20 de julho, 14h27, inverno. Hoje resolvi abrir as janelas. Deixei fechada para não entrar poeiras, para o vento não bagunçar meus enfeites, para não ser surpreendida pelas folhas da árvore na minha sala que chegam com a janela aberta. Me disseram que janelas fechadas dão menos trabalho. Nunca questionei se eu queria mesmo menos […]

Mudanças são engraçadas, olhando um pouco para traz, teve momentos na minha vida que tudo estava de pernas para o ar, como se eu tivesse me perdido no caminho, muitas vezes! Mas, agora, parece tão legal o momento que estou vivendo, não digo politicamente e nem sobre a economia do país, mas por algum motivo […]

– Moça, a senhora é escritora? A pergunta veio de duas crianças. Um garoto e uma garota.  Menino, o porta voz. – Por que vocês acham? – Você tá aí quietinha. Olhando e anotando. Os outros turistas estão almoçando e comprando.  Sente fome não? Risos. – Sinto fome sim. E que doce vocês tão vendendo? […]

A noite vinha chegando sem muito floreio… Obscura e incerta, como de costume, e apagando luzes e temperaturas com menos eficiência que o normal, mas firme nesse propósito de séculos. Eu jamais diria que não havia, ali, naquele dia comum, uma noite trivial se aproximando… Eu sempre fui meio desligado, e fosse como fosse, o […]