Poesias

Ele trata todos bem. Sempre alegre, Sempre de bem. Mesmo solitário, Segue solidário. Esse é o Zé. Que não tem nada de mané. Pensa, com a nega se casar, Não para dominar. Mas família fazer. Tenta ser justo, Preza pela verdade. Junta os amigos Na humildade. Com dignidade. Escreve uns lances, Pinta umas cores, Faz […]

Analogia demarca a etiqueta de qualquer produto na gaiola… na cesta… no cabide… na mureta! Este grafitar “Somos mulheres e não mercadorias” exposto neste muro é dolorido demais… Este grafite incomoda e faz com que nós Mulheres façamos mais pelos bloqueios advindos de nossa santa e apregoada Paz! O mercado fecha para balanço… As estantes […]

A dor profunda dá-nos a compreensão, por difíceis caminhos percorridos, do crescimento paulatino. Se há a lágrima que cai, há o sorriso que consola. Se há a chuva que molha o caminho, há o sol para secá-lo e dar-lhe vida. Se há trovões estrondosos, há o silêncio da mata para acalmar os ânimos. Se há […]

Torce mas não o nariz Torce a roupa Torce junto Torce Que vai dar certo Torce mas não distorce Torce Dedos cruzados Figas Pensamento positivo e depois  finalmente Tece Adriana Chebabi – Bela Urbana, idealizadora do blog Belas Urbanas onde faz curadoria dos textos e também escreve. Publicitária. Curiosa por natureza.  Divide seu tempo entre as consultorias de […]

Nos sentimos como uma cedilha. Você sabe o que é uma cedilha? Ela é uma letra ou um C acentuado para baixo? E aquilo lá é acento? O C de cidadão vira cedilha quando tá acentuado, assentado, imóvel. Perde a identidade. Tem som de S, de Ser, mas sem identidade, não é nada. Cidadão tem […]

Um soldado só é soldado quando luta. Antes disso, ele é só um menino, sem andar, sem falar, uma criança que brinca de adulto. Quando batalha as pessoas o veem como um homem. Vejam lá! Vejam como ele é belo em seu caminhar! As mães ficam com medo por ele, mas elas tem muito orgulho. […]

Vamos amigos, colecionar amigos, com sorrisos nas dores do dia-a-dia. Com harmonia, paz e poesia é que se faz um dia a frente, que lá atrás deveria. Alegria, alegria! Apesar do mal, ser bom a toda gente, sem olhar a quem. Ser sorriso por todo o sempre, tudo que é ruim está fora do trem. […]

Dia 19 de Abril de 2014, indo até a padaria de meu bairro observando um velho caminho, mas, me contentando com o novo apresentado. Em uma esquina, me senti tão virgem… mas… tão virgem que nem eu tão criativa poderia ter esse GRAFITE imaginado. Porém… Eu… vibro o meu olhar e re… torno querendo entender o enunciado… […]

Na ladeira, lá no morro a lavadeira carrega o balde. E, na descida ou subida, que não falte mão de obra a servir. Que importa se à porta há tanto serviço assim? Só não pode construir um futuro de verdade. O sol que arde, queimando a pele. O ferro esquenta e o suor desce Mas […]