Engoliu o choro junto com o arroz

acompanhado do feijão

a seco.

Precisava engolir a raiva antes de acabar a refeição

e voltar para a reunião.

A raiva não descia.

Tomou suco de laranja,

goles largos.

Ufa! A raiva foi junto,

engoliu.

A sensação de injustiça também precisava ir embora,

comeu pudim seu doce favorito.

Engoliu o doce em três grandes colheradas,

mas ficou amargo com a injustiça junto.

Engoliu tudo.

Fim do horário de almoço.

De volta para a reunião.

Estômago doendo, reclamou.

Alguém disse:

Preste mais atenção ao que coloca para dentro

Não engula porcaria

Procure um nutricionista

A raiva voltou junto com o refluxo.

Está engasgada na garganta.

Difícil engolir tudo aquilo.

Adriana Chebabi  – Bela Urbana, idealizadora do blog Belas Urbanas onde faz curadoria dos textos e também escreve. Publicitária. Curiosa por natureza.  Divide seu tempo entre seu trabalho de comunicação e mkt e as diversas funções que toda mulher contemporânea tem que conciliar, especialmente quando tem filhos. É do signo de Leão, ascendente em Virgem e no horóscopo chinês Macaco. Isso explica muita coisa. 

Foto Adriana: @gilguzzo_photography

Comentários

comments