Vou fechar os olhos e o primeiro livro que aparecer na minha mente eu escolho, O Retrato de Dorian Gray, de Oscar Wilde.

A primeira vez que li, gostei tanto, que não consegui parar… Não interrompi a leitura de jeito nenhum.

O Transtorno de personalidade narcisista do protagonista do livro nos assusta. Dorian Gray se entrega, completamente, ao modo de vida de Lord Henry Wotton (um dândi da aristocracia Vitoriana)… Uma espécie de pacto com o demônio que se inicia com a obra prima de Basil Hallward (um pintor moralista que faz o retrato de Dorian Gray).

O livro traz, entre outras personagens, Sibyl Vane. A jovem atriz e cantora, que se apaixona por Dorian Gray e se mata ingerindo ácido cianídrico… E também James Vane, irmão da atriz, um marinheiro que, sem sucesso tenta vingar a morte da irmã… Um livro magnífico.

Um livro magnífico.

Fernando Farah – Belo Urbano, graduado em Direito e Antropologia. Advogado apaixonado por todas as artes!

Comentários

comments