shutterstock_207281554

O futuro é o passado detrás pra frente? Ou o passado é o futuro ao contrário?

Para o futuro, será que há um atalho?

Para o ontem, haverá uma ponte?

O tempo de Einstein não é o meu tempo. O relativo e o real se embaralham e me atrapalham o pensamento.

E se o tempo é só mesmo ilusão, o que faço das horas que me cansam o coração?

E o que faço da espera que me apressa a saudade, e me demora a solidão?

Se não há um tempo de verdade, quem me dá explicação?

Se ontem, o amanhã e o agora são uma coisa somente, então alguém me responda:

– É o meu relógio que mente?

20160614_141612 (1) Alda

Alda Nilma de Miranda – Bela Urbana, publicitária, autora da coleção infantil “Tem planta que virou bicho!” e mais 03 livros saindo do forno. Gosta de tudo que envolve tinta e papel: ler, desenhar e escrever, mas o que gosta mesmo é de inventar motivos para reunir gente querida. Afinal, tem coisa melhor que usar o tempo para estar com os amigos?

 

Comentários

comments