Mudar não faz de você uma outra pessoa, apenas aumentam as novas e boas possibilidades. Sempre me mudei embora pareça sempre a mesma pessoa.

Os jeans, os tênis, as camisetas, os cabelos compridos sempre permaneceram em mim, apenas com caras, jeitos, designers e cores diferentes.

No meu trabalho, na minha vida mudei sempre, passei por mil fases, por mil coisas, por mil ideias… Permaneço um “artista mutante”! Quando se muda, apenas se acrescenta, se somam coisas inusitadas as experiências realizadas.

Depois de 20 anos pintando, criei minha técnica exclusiva de camadas de riscos. Embora já há mais de 20 anos com a mesma técnica a cada tela ela se altera discretamente, a pincelada muda, a cabeça muda, as cores e ideias mudam, as formas mudam, os pensamentos mudam, os temas mudam, os pincéis mudam, as tintas, tudo muda a cada segundo.

É preciso saber perceber…

…e poucos percebem, talvez porque não mudem o jeito de olhar as coisas.

É preciso se perceber, sempre!

Mauro Soares – Belo Urbano, publicitário, diretor de arte e criação, ilustrador, fotógrafo, artista plástico e pontepretano. Ou apenas um artista há mais de 50 anos.

foto: Mauro Soares

 

Related posts:

Comentários

comments