Bom dia Belas Urbanas!

Vamos falar de energia? Quem não quer tê-la o dia todo para dar e vender? Disposição para cumprir todas as tarefas do dia? Temos como melhorar nossos estoques, sem que eles virem os tão indesejáveis depósitos de gordura?

Claro que sim!  Para isso, vamos dar mais um pequeno passo…

Nossas necessidades nutricionais mudam de acordo com as diferentes fases da vida. Pensando sempre nos nossos pequenos passos visando à melhora do nossa qualidade de vida, é importante levarmos em conta essas necessidades atendendo as demandas extras do nosso corpo determinadas por estas mudanças.

Faça uma dieta variada contendo frutas, vegetais, grãos integrais, legumes, produtos lácteos (para aqueles que não possuem intolerância à lactose), vão de encontro as nossas necessidades básicas, fornecendo:

  • Uma grande variedade de alimentos ricos em nutrientes. Quanto mais nutrientes conseguirmos em pequenas porções de alimentos, maior a densidade nutritiva da nossa alimentação.
  • Calorias para suprir a necessidade de energia, principalmente provenientes de carboidratos, de preferência àqueles ricos em fibras (grãos integrais)
  • Gorduras de boa qualidade (insaturadas) como as do peixe, castanhas e abacate
  • Proteínas em quantidades adequadas para a manutenção e reparação das células
  • Vitaminas hidro e lipossolúveis
  • Minerais essenciais como ferro, cálcio, zinco, magnésio e selênio
  • Fitoquímicos, que são compostos vegetais, que podem proteger das doenças do coração, diabetes, alguns tipos de câncer, artrite e osteoporose

Não se esqueça de consumir muita água ao longo do dia. Se você tem dificuldades de adquirir este hábito, deve ter sua garrafinha sempre por perto.

Faça várias refeições por dia. Além das refeições principais (café da manhã, almoço e jantar), faça lanches intermediários (lanche da manhã e da tarde) e uma pequena ceia antes de dormir. O corpo necessita de energia o dia todo e por isso devemos fornecê-la pelo mesmo período, em pequenas quantidades, para garantir seu bom funcionamento e para manter o metabolismo sempre ativo. Se não oferecemos para nosso corpo a energia que ele precisa, ele vai economizar o que tem e vai passar a funcionar no modo de economia, guardando a energia ao invés de gastá-la. Precisamos manter o metabolismo ativo!

Corpo nutrido não sente fome e está pronto para gastar energia o tempo todo!

Vamos praticar? Providencie sua lancheira e sua garrafa d’água hoje mesmo.

Um abraço pra vocês!

foto Camila Prada

Camila Prada
Especialista em Nutrição Clínica – São Camilo
Mestre em Ciências – FCM Unicamp
www.camilaprada.com.br

Related posts:

Comentários

comments