Na verdade a pergunta seria: Por que parei? Por que nunca pratiquei? Ou, por que não voltar amanhã?
Dai surgem respostas comuns: Não tenho tempo! Não gosto! Não tenho paciência! Não obtive resultados…

Então vamos falar de algumas coisas interessantes para você: Sabia que perdemos 1 kilo de massa corporal magra (músculo) por ano? Sabia que essa massa perdida converte-se em gordura no seu corpo, e que, além disto, ocorre simultaneamente a perda de fibras musculares brancas, que são um tipo de fibra muscular muito importante na obtenção de força?

Sem nos aprofundarmos na parte fisiológica, devemos observar a constante presença ao nosso redor de pessoas que, ao atingirem a terceira idade, necessitam de apoio de bengalas, muletas, andadores, etc., ou seja, com dificuldades de locomoção e para realizar as mais simples atividades diárias, como por exemplo, pegar objetos do chão, ou carregar as compras do supermercado.

Principalmente as mulheres estão em desvantagem com o passar do tempo. Os efeitos da gravidade, o estilo de vida desregrada, tabagismo e principalmente o sedentarismo, são fatores que agravam a piora do condicionamento físico, chegando a ser notória a perda de energia para atividades cotidianas, como brincar com os filhos, carregar as compras do supermercado ou uma simples caminhada em volta do quarteirão. Não posso deixar de mencionar os efeitos estéticos como a sensação de que as roupas não estão servindo mais ou ainda de que as gordurinhas aumentaram.

Neste momento acende-se a luz vermelha como um alerta de que você precisa fazer algo para mudar as coisas e surge também a dúvida: O que devo fazer?

A fórmula é muito simples e sem receitas prontas, milagrosa ou extremamente caras. Treino periódico e uma alimentação balanceada!
Mas dai vou ter que me matar na academia?
Não! Comece com atividades que você goste de praticar. Se for para uma academia tente experimentar todas as atividades que ela oferece, mas nunca todas em um único dia. Procure conciliar sua agenda às atividades que a academia propõe, procurando variar sempre.

Mas dai vou ter que ir todos os dias?
Não necessariamente! A não ser que seu nível de condicionamento permita. Lembre-se de que o descanso entre os dias de treino também é muito importante. Comece devagar duas vezes na semana já é alguma coisa!
Esta experimentação inicial é válida para que você adquira afinidade a alguma atividade e a partir de então vá, aos poucos, inserido outras. Mudar o estímulo também é importante.

Não se esqueça de que outra coisa importante é comer adequadamente. Você precisa do combustível certo para te dar energia para a malhação e ajudar no ganho de músculo e queimar gorduras indesejadas.

Mas o essencial é começar. Faça isto por você, pelo seu bem estar. Poucos minutos de atividade física irão oxigenar seu corpo e mente, melhorar seu humor, renovar suas energias e também suas células. Você se sentirá melhor disposta inclusive para enfrentar as pequenas coisas que algumas vezes acabam por nos chatear.

Quando se dá o primeiro passo, já não se está mais no mesmo lugar, então vamos lá, comece!

 

Leandro
Leandro Moreira formado Educação Física PUC CAMPINAS • Personal Trainer • facebook/lmspersonal • 19-981454793

Related posts:

Comentários

comments